Setor de Cunicultura da Fazu recebe equipamento que monitora temperatura e umidade

CDHU promoveu sorteio on-line de 140 casas em Icém
julho 18, 2020
Safra 2019/2020 fecha com exportações de suco de laranja em alta
julho 18, 2020

Setor de Cunicultura da Fazu recebe equipamento que monitora temperatura e umidade

Compartilhe

Foto: Divulgação

Além de realizar a coleta de dados, o datalogger realiza o acionamento automático dos ventiladores, proporcionando conforto e bem-estar aos coelhos

O setor de Cunicultura da Fazu (Faculdades Associadas de Uberaba) recebeu um equipamento eletrônico que registra e coleta dados de umidade e temperatura dentro e fora do galpão. O datalogger foi desenvolvido pelo formando em Engenharia Elétrica da Uniube (Universidade de Uberaba), Rafael Jacinto dos Santos, com orientação do professor Eng. Lúcio Rogério Junior. A instalação do equipamento aconteceu na última terça-feira (14), e contou com o apoio da professora Dra. Danielle Matarim, responsável pelo setor de Cunicultura. 
A iniciativa de desenvolver o equipamento partiu do professor Lúcio Rogério. “Em conversa com a professora Danielle, ela contou da necessidade do registro automático das informações de umidade e temperatura do setor de Cunicultura para o desenvolvimento dos projetos de iniciação científica. Sugeri o projeto para o Rafael e ele aceitou o desafio prontamente”, destaca o professor.

O sistema foi construído utilizando dois sensores DHT22, para medições internas e externas de umidade e temperatura, um relógio de tempo real (RTC), um módulo gravador de cartões SD, um cartão micro SD, uma interface gráfica com display, um relé eletromecânico, um buzzer para emitir alarme sonoros e  botões que são usados para ajustar data e hora, habilitar e desabilitar gravação no cartão SD e definir Setpoint de acionamento dos ventiladores.

“Todos os componentes foram interligados à um sistema microcontrolado embarcado. Os resultados mostraram que o sistema funcionou de acordo com a proposta, destacando o grande potencial do microcontrolador Atmega 328P e as demais tecnologias utilizadas. É um sistema de baixo custo, com tecnologias acessíveis e de fácil utilização”, afirma Rafael.

O controle da temperatura e umidade relativa do ar desempenham papéis fundamentais na criação de coelhos. “A produção animal está sujeita aos efeitos do ambiente, como temperatura, umidade relativa do ar, ventilação dentre outros fatores. Por isso, como zootecnistas, precisamos monitorar esses fatores para adoção de estratégias que proporcionem conforto e bem-estar adequado aos animais. Agradeço, em nome da Fazu, o empenho do Rafael e o interesse acadêmico/científico do Lúcio. O equipamento irá auxiliar de maneira ímpar no setor de Cunicultura”, agradece a professora Danielle.

WhatsApp Chat
Enviar Mensagem