Mapeamento Rural garante segurança de propriedades na região de Paulo de Faria

Santa Casa de Paulo de Faria lança Campanha para arrecadar doações
abril 7, 2021
Tonho Prado lança clipe musical “Casinha Simples”
julho 15, 2021

Mapeamento Rural garante segurança de propriedades na região de Paulo de Faria

Compartilhe

Fotos: Leandro Gasparetti | Divulgação – Arquivo Pessoal

Desde 2017, a cidade de Paulo de Faria- SP, conta com um programa de mapeamento rural desenvolvido por dois policiais militares do Quinquagésimo Segundo Batalhão de Polícia Militar do Interior (52º BPM/I).

Sargento PM Vaelinton

A ideia foi concebida por iniciativa do Sargento PM Vaelinton, a época Comandante do Grupamento Policial de Paulo de Faria e do Cabo PM Pio, em busca de garantir mais segurança às propriedades rurais e facilitar o atendimento de ocorrências no campo, sendo que atualmente , o que era um projeto incipiente se tornou efetivo e sólido , tendo a continuidade dos trabalhos sido seguida pelo Sargento PM Denis , atualmente Comandante do efetivo de Paulo de Faria.

As 243 propriedades foram georreferenciadas, cadastradas e cada uma recebeu um número de identificação. “A área foi dividida em cinco quadrantes, todas as informações e imagens foram compiladas em apostilas, que ficam à disposição da Polícia Militar, Ambiental, Civil e na base do helicóptero Águia, facilitando a localização rápida das propriedades que acaba por contribuir na diminuição do tempo resposta da Polícia Militar entre o recebimento da chamada e a chegada da equipe do policiamento ostensivo”, explica o Sargento Vaelinton. 

Sargento PM Denis

Cada sítio, chácara e fazenda foi numerado visualmente, na placa de entrada, ou no mourão de cerca e também no telhado do barracão ou residência. “Havia muita dificuldade de encontrar as propriedades apenas por nomes, agora, com os números e coordenadas, conseguimos chegar com mais rapidez. Agilizou muito o atendimento de ocorrências”, destaca o Sargento.

E, consequentemente, o programa de Mapeamento Rural, inibiu crimes de roubo e furto nestas áreas. “Antes, registrávamos a média de até doze ocorrências ao mês. Hoje, dificilmente passamos de duas”, salienta o Policial Militar.
Paralelamente, um grupo de WhatsApp foi criado pela vizinhança para troca de informações sobre qualquer situação suspeita.
A excelência do programa implantado em Paulo de Faria, desperta no policial militar o interesse de expansão. “Temos projetos de fazer o mapeamento em outras cidades de abrangência do nosso Batalhão”, conta Vaelinton.


WhatsApp Chat
Enviar Mensagem